Mulher diz ter sido estuprada por Pokemon


Bem poderia ter sido no Brasil. Mas aconteceu na Rússia. Uma mulher de nome não revelado deu parte na polícia dizendo ter sido estuprada por um Pokemon, desses do jogo que virou febre mundial. A aparição teria acontecido quando, depois de jogar no seu smartphone, a mulher pegou no sono e acordou com o celular apitando, momento em que o Pokemon descontrolado trabalhava freneticamente sobre seu corpo.
A polícia não acreditou na versão da denunciante, e sugeriu que ela procurasse psicólogo. O marido também não. Um amigo do casal que acompanhou o caso afirmou que não é de hoje que a mulher faz afirmações como essa. Ninguém foi preso. 

Comentários

Postagens mais visitadas